sexta-feira, 31 de maio de 2013

Copa Troller: Aventuras na lama e na água na etapa catarinense


A Copa Troller realizou no último final de semana a segunda etapa do Campeonato Sudeste, em Santa Catarina. As fortes chuvas que caíram na região deram lugar ao sol no dia da prova, criando as condições ideais para a prática do rali. Os atoleiros e lama proporcionaram muita diversão para os participantes, que aproveitaram para pôr em ação os recursos off-road do Troller T4.

Na categoria Passeio, destinada a estreantes e sem contagem de pontos, o grande desafio foi a travessia de um rio na cidade de Schroeder, com as orientações do diretor de prova. “Selecionamos esse trecho para poder mostrar as técnicas de pilotagem em áreas alagadas”, diz Ricardo Menezes, diretor de prova. 

Nas demais categorias (Expedition, Turismo, Graduados e Master) as disputas aconteceram entre fazendas e estradas de terra na região de São Bento do Sul. A lama nas trilhas criou as condições radicais que os trolleiros adoram. 

“A prova estava muito boa e exigiu atenção redobrada em todo o trajeto”, diz Rafael Dal Bello, piloto vencedor da categoria Master. “O segredo para a vitória foi ser o mais regular possível, porque um vacilo pode te levar para a última posição.”

Na categoria Turismo, a dupla Ubiratan Mota e Fernando da Silveira foi a campeã. Na Expedition, para iniciantes no rali de regularidade, Sandra Regina de Andrade e Arnaldo José de Carvalho, de São Paulo, venceram com 713 pontos. Para conferir os nomes e fotos de todos os vencedores da etapa de Santa Catarina acesse o link https://www.troller.com.br/resultado-etapa/35.

A próxima etapa do Campeonato Sudeste será em Curitiba, em 22 de junho. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.troller.com.br. 

Fonte: Imprensa Troller

Ford Escort é astro do filme “Velozes e Furiosos 6”


A Ford tem uma longa tradição no cinema e está presente no sexto filme da franquia “Velozes e Furiosos” com um clássico: o Escort. Um dos maiores sucessos da indústria automobilística, o modelo, que acaba de ganhar um novo conceito com previsão de lançamento na Ásia, é apresentado no filme na versão MK1, que pertence à primeira geração da linha, lançada no final dos anos 60.  


No Brasil, o MK1 serviu de base ao Ford Corcel, que marcou época como o primeiro carro médio com tração dianteira e foi um dos maiores sucessos da história da marca, com 1,3 milhão de unidades vendidas. 

Mas o que faria um sedã médio familiar no meio de esportivos modernos, em cenas de velocidade de tirar o fôlego? Na verdade, é esse contraste que faz o clássico da Ford, devidamente tunado e pilotado pelo ator Paul Walker, roubar a cena.

O filme foi rodado em Londres, com estonteantes corridas noturnas nas ruas da capital britânica, durante as Olimpíadas do ano passado. Durante a produção, nada menos que 250 carros foram destruídos, superando a aventura anterior, que detonou “apenas 200”. Iniciada há 12 anos, a franquia de “Velozes e Furiosos” é a mais bem-sucedida da história do cinema e não deve terminar tão cedo. Uma nova continuação está programada para 2014. 


Acelerando na tela

A relação da Ford com o cinema tem vários outros casos de sucesso. Um deles é o Mustang Shelby GT500 1967 “Eleanor”, do filme 60 Segundos, que voltou recentemente ao noticiário. O modelo dirigido pelo ator Nicolas Cage foi arrematado por US$ 1 milhão em um leilão.

O modelo Gran Torino estrelou a película de mesmo nome, de Clint Eastwood, e também a comédia O Grande Lebowski, com Jeff Bridges. O Ford Falcon XB V8 ajudou a impulsionar a carreira de Mel Gibson na franquia Mad Max e um Ford Mercury V8 1951 tunado foi companheiro de John Travolta nas baladas de Grease, Nos Tempos da Brilhantina. 

Fonte: Imprensa Ford

Mercedes-Benz Actros comprova seu excelente desempenho, consumo e conforto em test-drive de longa duração pela BR-101


Com aprovação total, o caminhão extrapesado Actros 2546 6x2 “Estradeiro” da Mercedes-Benz encerrou na última quinta-feira, 23 de maio, em São José do Norte, Rio Grande do Sul, o test-drive de longa duração que percorreu a BR-101 por toda a sua extensão. Foram mais de 4.500 km, numa expedição que teve duração de 11 dias, passando por 12 estados brasileiros.

O longo percurso feito pelo Actros por uma das mais importantes rodovias brasileiras foi a essência do projeto “BR-101 de Ponta a Ponta”, iniciativa da Editorial & Comunicação RQ que contou com apoio da Mercedes-Benz. Conduzida pelo jornalista Gustavo Queiroz e pelo especialista em transportes e logística, José Augusto Dantas, a viagem pode ser conferida em detalhes no hot site www.projetobr101.com.br, além dos canais da Mercedes-Benz nas mídias sociais (Facebook, Twitter, Instagram e Blog do Caminhão). Os veículos de comunicação da editora, como a revista Transpo magazine e o site Transpoonline, também estão acompanhando a expedição.

“Ao final desse longo test-drive, o Actros 2546 se mostrou soberbo. Um caminhão seguro, confortável, econômico e confiável”, destaca Augusto Dantas em seu blog no hot site do projeto. “Quando a ideia de cruzar a BR-101 de ponta a ponta surgiu, há 10 anos, eu não poderia imaginar que os caminhões brasileiros estariam nesse patamar”.

Para Gustavo Queiroz, o test-drive mostrou que o uso de tecnologias diversas está cada vez mais comum entre os caminhões. “Pudemos comprovar, por exemplo, os benefícios da caixa PowerShift, que equipa o Actros 2546, durante a subida da Serra do Azeite, na rodovia Régis Bittencourt. O investimento num caminhão com transmissão automatizada se justifica, porque é um recurso útil e que repercute diretamente no desempenho do veículo, proporcionando redução no consumo de diesel, bem como na preservação de componentes”.

Augusto Dantas também aprovou o PowerShift: “Este sistema é capaz de entender as necessidades do caminhão e escolher a melhor marcha para cada momento. Seu funcionamento é bastante tranquilo e quase não se percebe as trocas de marchas. O que mais me impressionou foram as reduzidas quando o caminhão está parando. Você tem a nítida impressão de que o motorista está no comando, mas não está”.


Eficiência do sistema de freios foi totalmente comprovada

O especialista em transporte e logística também revelou entusiasmo com o sistema de freios do Actros 2546. “Descemos toda a Serra de Joinville (SC) sem encostar o pé no freio de serviço, embaixo de chuva, com muita neblina e com a velocidade variando entre 50 e 60 km/h”, relata Augusto Dantas. “Segurança total! O Top Brake, associado ao retarder, deu  conta, com tranquilidade, de segurar os quase 45.000 kg de peso bruto total do conjunto. O freio a disco é capaz de manter a eficiência mesmo com temperaturas mais elevadas. Ponto para o Actros 2546”.

Outros dois aspectos também impressionaram Augusto Dantas no trecho próximo a Santos, litoral paulista. “A subida da Serra das Araras foi feita na maior parte do tempo em 8ª marcha e a descida da Anchieta não exigiu o uso do freio de serviço”.

Augusto Dantas aprovou ainda o conforto proporcionado pelo Actros 2546. “Dentro da cabine, os solavancos são minimizados em função das bolsas de ar que compõem a suspensão. Conforto digno de um automóvel. Pude trabalhar com meu notebook com muita tranquilidade.”


FleetBoard contribui para a redução no consumo de combustível

A redução de consumo de combustível, uma das grandes vantagens do uso do FleetBoard – avançado sistema de gestão de frota da Mercedes-Benz – foi confirmada no test-drive de longa duração do Actros 2546 “Estradeiro”. No sétimo dia do percurso, o consumo médio do veículo, com 45.000 kg de Peso Bruto Total – PBT, chegou a 2,5 km/l, uma melhora de 25% sobre os 2,0 km/l do primeiro dia de viagem.


Longo test-drive comprovou vantagens do Actros “Estradeiro”

“Essa parceria da Mercedes-Benz com a Editorial & Comunicação RQ resultou numa excelente oportunidade para comprovar os atributos e o desempenho do Actros 2546 ‘Estradeiro’ numa situação real de circulação”, diz Mario Laffitte, diretor de Comunicação Corporativa da Mercedes-Benz do Brasil. “O fato da BR-101 unir regiões tão distantes, com características culturais e condições de estrada tão distintas, proporcionou uma experiência enriquecedora para todos os envolvidos”.


Actros 2546 foi concebido para longas distâncias rodoviárias

O Actros 2546 6x2 “Estradeiro” é um caminhão especialmente desenvolvido para o transporte rodoviário de longas distâncias em estradas regulares, em bom estado de conservação, nas operações que priorizam o consumo de combustível.

A simplicidade e o melhor rendimento mecânico do trem-de-força do Actros “Estradeiro” proporcionam um menor consumo, com economia média de 6% em comparação com a versão “Multiuso”. Além disso, devido ao menor número de componentes no eixo traseiro, sem redução nos cubos, os custos de manutenção são menores e o serviço é mais fácil e rápido, o que resulta em maior disponibilidade do caminhão para o trabalho.

Outro importante destaque do Actros 2546 6x2 “Estradeiro” é o câmbio automatizado Mercedes PowerShift 2 G281 de 12 marchas, sem pedal de embreagem, com a última marcha direta. Isso significa que não há perda por atrito entre engrenagens na transmissão da rotação do motor para o diferencial, fator fundamental para a redução no consumo de combustível.

Top de linha da Mercedes-Benz, o Actros rodoviário – oferecido nas versões 2546 6x2, 2646 6x4 e 2655 6x4 – é o caminhão mais completo do mercado brasileiro. Equipado com amplo pacote de itens de avançada tecnologia, o caminhão conta com exclusivo ar-condicionado noturno, que funciona com o motor desligado, sistema de orientação de faixa de rolagem, controle de proximidade, assistente ativo de frenagem e freio eletrônico com ABS e ASR, além de retarder.

Fonte: Imprensa Mercedes-Benz

Copa Marshal de Marcas e Pilotos: Em final de prova eletrizante, Marcio Philippi vence a 1ª bateria


Em um final de prova eletrizante que contou com carros dando meio volta lado a lado na pista de Interlagos e confusão entre os primeiros colocados que definiu a vitória, Marcio Philippi (Chevrolet Corsa, n° 51 – Crossfox-Engebras Racing) que corre em dupla com Pedro Pimenta conquistou a vitória na 1ª bateria válida pela 5ª etapa da Copa Marshal de Marcas e Pilotos.

Largando na pole position, Wanderson Freitas (Volkswagen Gol, n° 27 – Arias Motorsport) dominou praticamente toda a prova, tendo Renato Marlia (Chevrolet Celta, n° 19 – Arias Motorsport) em seu encalço que assumiu a 2ª colocação de Alexandre Papazissis (Chevrolet Corsa, n° 16 – Rsports) e caiu para o 7º lugar já na primeira volta.

Philippi que largou na 4ª colocação assumiu o terceiro lugar, trazendo Aldo Piedade Jr. (Chevrolet Celta, n° 65 – Alpie Competições), Luis Filgueiras (Ford Fiesta, n° 66 – AGB Preparações), Rodrigo Moreno (Chevrolet Celta, n° 55 – Maguila Motorsport) e Thiago Oliveira (Chevrolet Celta, n° 105 – AGB Preparações), líder da categoria Novatos.

Oliveira tem sido uma das revelações da temporada 2013, andando entre os pilotos da Light e Super, mesmo sendo apenas sua primeira temporada no regional paulista. Ainda na categoria Novatos, Carlos Arruda (Chevrolet Corsa, n° 77 – Officina Motorsport) chegou na segunda colocação seguido por Ayman Darwich (Chevrolet Celta, n° 173 – Alpie Competições).

Na categoria Light a vitória ficou com Nelson Fortes (Chevrolet Corsa, n° 68 – Arias Motorsport) seguido por Cesar Martins (Volkswagen Gol, n° 87 – Arias Motorsport) e Eduardo Doriguel (Chevrolet Celta, n° 333 – Fast Racing); Jefferson Gomes que divide o carro com o irmão Eber (Chevrolet Corsa, n°32 – Crossfox-Engebras Racing) abandonou com problemas nos freios após 9 voltas quando liderava na categoria.

Após a saída programada do Safety Car na volta 8, Filgueiras assumiu a ponta, porém foi punido com um drive through por queima de largada. Nas duas últimas voltas, com problemas no pneu traseiro, Wanderson começou a perder rendimento e viu Philippi se aproximar.

Na última volta, Freitas, Philippi, Piedade e Ricardo Sargo (Chevrolet Celta, n° 81 – Alpie Competições) se aproximaram na disputa pela vitória, até o campeão da temporada 2012 na curva do Pinheiro receber um toque e rodar, abrindo caminho para a primeira vitória de Marcio Philippi na categoria Super (a anterior havia sido conquistada pelo seu companheiro, Pedro Pimenta); Aldo chegou na segunda colocação e Wanderson cruzou logo em seguida.

Após a corrida os comissários desportivos solicitaram as câmeras de cada carro para análise do toque, porém nada de errado fora verificado e o resultado de pista mantido.

Confira o resultado da 1ª bateria:

1) 51-M. Philippi/ P. Pimenta Jr (S), (16 voltas) 34:46.214
2) 65-Aldo Piedade Jr (S), à .336
3) 27-W. Freitas/ E. Amaral (S), à 1.906
4) 55-Rodrigo Moreno (S), à 2.380
5) 59-L. Cirino/ C. Mohr (S), à 2.953
6) 19-Renato Marlia (S), à 3.134
7) 81-Ricardo Sargo (S), à 3.192
8) 105-Thiago Oliveira (N), à 9.159
9) 16-A. Papazissis/ L. Romera (S), à 10.719
10) 92-M. Camacho/ O. Fragnani Jr (S), à 12.315
11) 71-Alexandre Souza (S), à 14.035
12) 87-Gustavo M. (S), à 15.639
13) 18-Claudio Roscoe (S), à 15.755
14) 8-Ricardo Lima (S), à 17.955
15) 68-Nelson Fortes (L), à 18.163
16) 77-Carlos Arruda (N), à 21.458
17) 66-G. Pedras/ L. Filgueiras (S), à 22.595
18) 80-C. Asciutti/ Z. Farias (S), à 22.749
19) 173-Ayman Darwich (N), à 27.197
20) 1-Eduardo Castilho (N), à 29.871
21) 10-Marcelo Costa (S), à 33.458
22) 4-André Rodrigues (N), à 33.931
23) 43-Anderson Scovoli (N), à 37.059
24) 117-R. Manzini/ A. Ortega (N), à 37.871
25) 15-Paulo H. Durci (N), à 38.316
26) 82-C. Martins/ L. Martins (L), à 39.586
27) 333-Eduardo Doriguel (L), à 40.413
28) 36-Carlos Auricchio (L), à 41.935
29) 22-Ricardo Pavanelli (S), à 42.164
30) 7-Thomaz Soubihe (S), à 45.361
31) 70-Will (N), à 1:03.498
32) 137-Valter Sousa Jr (L), à 1:14.342
33) 213-L. Pagliato/ M. Silva (N), à 1:21.994
34) 89-G. Passarelli/ V. Passarelli (S), à 1 volta
35) 79-Bruna Castelhano (N), à 1 volta
36) 30-A. Nascimento/ F. Ribeiro (L), à 2 voltas
37) 32-Eber/ Jefferson (L), à 7 voltas
38) 113-Roulien Madriles Jr. (N), à 10 voltas
39) 433-P. de Tarso T. Lombardi (N), à 12 voltas
40) 177-Ricardo Serata (S), à 12 voltas
41) 880-Maique Papareli (L), à 14 voltas

Melhor Volta: Renato Marlia (19), 2:03.349 (média de 125,760 km/h), na 2ª volta

O Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos tem patrocínio de Pneus Marshal / Cantu Pneus e apoio de Crossfox Elétrica – Distribuidor de Materiais Elétricos, e Yachtsman – Moda Masculina.

Fonte: VG3 - Assessoria de Imprensa e Comunicação



quarta-feira, 29 de maio de 2013

Motocicletas da Triumph participam da mostra Casa Cor 2013


O estilo e a tecnologia das conceituadas motocicletas inglesas da Triumph estão presentes na Casa Cor 2013, o maior evento de arquitetura e decoração do continente que está aberto ao público até 21 de julho, no Jockey Club de São Paulo. Três modelos estão expostos: a incomparável Rocket III Roadster, a tradicional Bonneville T100 e a superesportiva Daytona 675R.

No espaço do arquiteto e urbanista Dado Castello Branco será exposta a Bonneville T100, modelo que dominou as estradas na década de 60. Nenhuma motocicleta atual reproduz tão fielmente o estilo e a experiência desses anos dourados como a Bonneville T100. Por isso mesmo, o modelo já foi protagonista de muitos filmes famosos na história de Hollywood e teve em Steve McQueen um dos seus mais ardorosos fãs.Com suas tradicionais rodas raiadas e pintura clássica com faixa lateral em dois tons, a Bonneville T100 parece ter sido criada em 1969, mas com todos os requintes tecnológicos de uma autêntica Triumph.

O ambiente no qual a Bonneville está exposta apresenta como base as cores branco e azul, proporcionando uma atmosfera leve. O projeto é multitarefas: um Ambiente Gourmet e um Home Office dividem, harmoniosamente, os 90 m² da área. O personagem inspirador do espaço é um amante de fotografias e motos importadas – daí a presença do modelo da Triumph. Além disso, para compor o ambiente, Dado usa as paredes como uma galeria de fotos, fruto da coleção desse morador imaginário. No Ambiente Gourmet, o projeto do mobiliário da cozinha é da marca alemã Leicht e os equipamentos da Viking. Há um local para refeições e outro para leitura e bate-papo. Já no Home Office, há espaço para estudos com computador e arquivo de documentos.

A arquiteta Mayra Lopes criou o espaço Bar Camarote VIP numa área de 452m². Diante da proximidade de importantes eventos esportivos internacionais, como a Copa das Confederações, Mayra Lopes homenageia diversas modalidades esportivas. A proposta do Bar Camarote VIP é proporcionar um espaço ideal para encontrar os amigos, assistir às competições, tomar uísque e admirar a vista que a arena do Jockey Club de São Paulo oferece.

Quanto à decoração, o Bar Camarote VIP apresenta um ambiente extremamente automatizado e intimista, abusa de materiais nobres e tons escuros, deixando-o ainda mais elegante. Neste cenário, destacam-se duas motocicletas da Triumph: os modelos Rocket III Roadster, a motocicleta produzida em série com o maior motor do mundo (2.300 cc), e a superesportiva Daytona 675R, uma novidade da marca que ainda nem chegou às lojas – suas vendas começam em junho.

Totalmente remodelada na linha 2013, a Daytona 675R é referência absoluta no segmento desde o seu lançamento. A Daytona definiu novos padrões para as superesportivas, passando rapidamente a ser reconhecida como a moto mais rápida na pista e a melhor para andar na estrada, além de contar com características que lhe conferem personalidade própria, ao contrário de outras esportivas do mercado. Nas pistas pelo mundo, a Daytona já ganhou centenas de corridas e muitos títulos, ao mesmo tempo em que seduz os admiradores com seu som diferenciado típico de um propulsor com três cilindros e um comportamento de mundo real na estrada.

Fonte: g6 Comunicação Corporativa


Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, etapa de Curitiba, Meikon é segundo em disputa apertada. Ton termina em quinto

Meikon Kawakami é segundo em disputa apertada. Foto: ABR / Gui e Aldemir Donini
“Eu não poderia esperar mais. Agradeço apenas aos meus pilotos e a todos aos integrantes da equipe, patrocinadores e apoiadores. O fim de semana foi espetacular.” - Assim o chefe da equipe Alex Barros Racing descreveu o final de semana em Curitiba, no Autódromo de Pinhais, onde aconteceu a segunda etapa do Moto1000 GP, válido pelo Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Ton Kawakami, GPR 250. Foto: ABR / Gui e Aldemir Donini
“As mudanças no regulamento permitiram que nossas motos ficassem mais competitivas. Com o potencial do Meikon e do Ton Kawakami, sei que eles vão lutar por vitórias e até pelo campeonato. As duas motos ainda podem melhorar muito, mas a do Ton ainda um pouco mais.” – Continuou Alex Barros, após seus pilotos conseguirem a segunda e quinta colocações respectivamente na categoria GPR 250.

Ton Kawakami, GPR 250. Foto: ABR / Gui e Aldemir Donini
“Meikon foi espetacular. Brigou pela ponta a corrida toda e liderou a maior parte do tempo. Perdeu na chegada para a Sabrina por um pelinho, mas deu provas de que com a moto mais acertada poderá sim lutar por vitórias. O Ton também foi brilhante e terminou na quinta colocação, mas acho que sua moto não estava tão afinada como a do irmão, por isso ele não teve o mesmo ritmo na prova. Sei que eles andam muito parecido e o Ton também deve chegar na disputa pela ponta nas próximas etapas.” Finalizou Alex Barros feliz após o desempenho da equipe.

“Foi muito legal da corrida. No finalzinho a Sabrina conseguiu ganhar por um pouquinhozinho, mas foi legal. Estou mais feliz, agora que a moto anda melhor.” – disse Meikon após a corrida.

“A corrida foi boa, mas eu não conseguia seguir a turma lá da frente. Foi melhor, mas dá pra melhorar mais.” Disse Ton após conquistar o quinto lugar em Pinhais na categoria GPR 250.

Resultados:
GPR 250
1º) Sabrina Paiuta (SP/Mobil Rush Team), Kawasaki, 17min27s143
2º) Meikon Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, a 0s004
3º) Igor Calura (SP/Mototech), Honda, a 0s131
4º) Fabiano Vaz (RS/RPM Competições), Honda, a 0s652
5º) Ton Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, a 16s386
6º) Cleber Parrado (SP/Procomps Racing Team), Kawasaki, a 25s851
7º) Herbert Pereira (RS/Fábio Loko), Kawasaki, a 26s178
8º) Pedro Sampaio (RS/Fábio Loko), Honda, a 26s258
9º) Joelsu Mikito (PR/Suel Racing), Honda, a 26s293
10º) Maycon Benassi (PR/Team Fuel Racing-Mormaii), Kawasaki, a 45s572
11º) Júlio Castroviejo (SP/Sarachú Racing Team), Kawasaki, a 49s779
12º) Márcio Miranda (PR/Tintorial Racing), Honda, a 49s825
13º) Antônio Telvio (RJ/Tronsoft Racing), KAwasaki, a 1min48s782
14º) Victor Hugo Yano (GO/Pro Rici Team), Kawasaki, a 1 volta
15º) Rafael Andrade (MG/Sarachú Racing Team), Kawasaki, a 1 volta
16º) Adilson Gomes da Silva (RJ/SBK Rio), Kawasaki, a 1 volta
17º) Flávio Caetano (RJ/SBK Rio-Os Impossíveis), Kawasaki, a 1min35s880*
18º) Ângelo de Matos Vieira (SP/Pro Rici Team), Kawasaki, a 1 volta
19º) Walteney Amaral (RJ/ Tronsoft Racing), Kawasaki, a 1 volta
20º) Wagner Augusto (SP/WFB Racing Team), Kawasaki, não completou
21º) Leandro Lionese (SP/Santo Racing), Honda, não completou

*penalizado com a perda de 3 posições
Melhor volta: Igor Calura, na 5ª volta, 1min43s101, média de 131,46 km/h

Alex Barros Racing apresenta novos parceiros

Alex Barros Racing apresenta novos parceiros em Curitiba. Foto: ABR / Gui e Aldemir Donini

A equipe Alex Barros Racing está pronta para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o Moto 1000 GP. A prova deste final de semana marca o retorno de Lucas Barros ao guidão de sua BMW S 1000 RR desde que sofreu acidente em Interlagos, durante a pré-temporada, em fevereiro deste ano.


Lucas não tem qualquer expectativa de resultado em Curitiba, diz o pai e chefe de equipe Alex Barros: “Ficamos todos felizes com a volta de Lucas. Eu especialmente estou muito satisfeito. A meta aqui é recuperar o corpo e, lentamente, o ritmo de corrida. Não há qualquer expectativa de um bom resultado aqui. Espero que em São Paulo, na próxima etapa, ele já esteja de volta o seu ritmo normal.” Depois dos primeiro testes na pista do Autódromo de Pinhais em Curitiba, Lucas, se disse também muito feliz por voltar a pilotar. “O corpo ainda dói, principalmente a musculatura que ficou tanto tempo parado. Consegui voltar aqui em Curitiba, o que era nosso objetivo. Agora é ter calma para recuperar a forma, fazer uma boa corrida aqui e estar melhor preparado para a etapa de São Paulo.“ Disse o jovem piloto, campeão da categoria GP Li ght em 2012 após o primeiro contato com a moto depois de meses parado em recuperação.



Já o piloto argentino Luciano Ribodino, campeão da GP 1000 em 2012 e vice na etapa de abertura, atrás do chefe Alex Barros, se diz pronto para as disputas em Pinhais. “Este primeiro contato com Pinhais foi muito bom para nós e para a equipe. Estamos todos contentes com a volta do Lucas e consegui um bom ritmo nos primeiros dias, andando sempre entre os mais rápidos, mas ainda da pra melhorar bastante, o que é bom. O fim de semana vai ser bem divertido.

Novos parceiros técnicos na equipe

A equipe Alex Barros Racing apresenta novos parceiros na etapa de Curitiba. O primeiro são as suspensões preparadas pela MUPO (www.mupo.it). “Estou feliz por termos acertado o suporte da Mupo Race Suspension com nosso amigo Diego Petrel. O apoio direto do centro de preparações na Italia e todo o suporte técnico que eles estão nos dando é um grande passo para o desenvolvimento da equipe e de nossos pilotos. Iremos inclusive ajudar no desenvolvimento de novos produtos para a Mupo, o que ajudará também no aprendizado técnico de nossos pilotos. Semana passada pudemos experimentar várias possibilidades no circuito de Interlagos e, mesmo sem termos a suspensão 100% ajustada, eu fui capaz de virar abaixo de 1min38seg. (1’37”832) É o novo recorde “não oficial” de Interlagos, já que era apenas um treino, mas most rou bem que podemos ser ainda mais rápidos com este novo equipamento.” Disse Alex Barros bastante satisfeito com a parceria.

“Isso me leva ao outro parceiro que a Alex Barros Racing está mostrando à partir da etapa de Curitiba. As câmeras ReplayXD (www.replayxd.com.br ), representadas no Brasil pelo amigo Marcos Branco, do MotoEsporte. O teste feito em Interlagos foi gravado com a ajuda da câmera e pode ser visto no neste link www.youtube.com/watch?v=iiWlcpsofo0. As câmeras equiparão as motos de nossos pilotos, o que nos ajudarão a dividir nossas emoções com nossos fãs a cada treino e a cada corrida. Aproveitem.”


Categoria GP Light

Na categoria GP Light, André Paiato encontrou um bom ritmo na pista desde o início dos treinos e já baixou mais de 1 segundo em relação ao seu melhor tempo aqui, mesmo com pneus usados na moto. “Foi bom, mas espero ser ainda melhor ao longo do final de semana. Ainda dá pra melhorar.” - Disse André, piloto natural da cidade de Amparo, no interior paulista, que tem longa tradição em motociclismo. Sua companheira de equipe, a carioca Babi Paz também está tinindo para a etapa de Curitiba. “Já estou pronta para a segunda etapa. Deixei Interlagos para trás e agora é tentar melhorar ainda mais meus tempos aqui em Curitiba.“ Disse Babi, a única mulher a pilotar uma motocicleta de 1000 cc no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Fonte: THE FACTOR | Makes The Difference
Comunicação Estratégica



Campeonato Brasileiro de Motovelocidade: Irmãos Kawakami dominam primeiro treino em Curitiba

Ton Kawakami mostra nova pintura em sua moto. Foto: ABR / Gui e Aldemir Donini

Os irmãos Ton (12) e Meikon Kawakami (11) continuam impressionado o circo do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, e o chefe Alex Barros.
Meikon Kawakami aprovou as melhorias na sua CBR 250 F
Foto: ABR / Gui e Aldemir Donini

“Na semana passada treinamos com os meninos em kartódromo e confesso que tive que acelerar bastante para ficar no mesmo ritmo que eles. Em breve não serei capaz de fazer mais o mesmo tempo, ao menos em kartódromos. Agora, aqui em Curitiba e depois que a organização entendeu que era preciso mudar o regulamento para que nossas Honda CBR 250 F pudessem competir com as demais, os meninos andaram muito. A retirada da caixa de ar mudou a moto, elevando a potência para mais perto das Kawasaki Ninja e Honda Twister. Quero ver os marmanjos andarem com a garotada. Eles estão voando.” Desafiou Alex Barros, orgulhoso de seus pupilos.

As motos da categoria GPR 250 da equipe Alex Barros Racing estão agora equipadas com os cabos de comando da marca MB Flex.

Fonte: THE FACTOR | Makes The Difference
Comunicação Estratégica

Phoenix Studio marca presença no XVIII Encontro Paulista de Autos Antigos em Águas de Lindóia


A Phoenix Studio, empresa tradicional no segmento de restauração e customização de carros clássicos e antigos, além de motocicletas Harley-Davidson, marca presença no XVIII Encontro Paulista de Autos Antigos que acontece entre os dias 30 de maio e 02 de junho na cidade de Águas de Lindóia, São Paulo.

Durante o evento a Phoenix Studio estará com um stand onde terá carros em exposição, pneus Coker Tire (a Phoenix é distribuidor exclusivo COKER TIRE no Brasil) e profissionais especializados para falar sobre serviços como cromagem (a Phoenix conta com o sistema “Triple Plate Chrome” - tecnologia americana de última geração que garante a qualidade inigualável de cada peça e acessório do veículo), restauração de carros, importação e venda de veículos, informações sobre a blindagem da Trasco Bremen (empresa a qual a Phoenix representa no Sul no Brasil). Além de serviços como customização de Harley-Davidson, locadora de motos premium (Harley-Davidson - Phoenix Rentals), entre outros serviços. 

O Encontro Paulista de Autos Antigos teve inicio em 1996 quando alguns colecionadores apaixonados pelas suas raridades resolveram tirar de suas garagens as maravilhas de carros que encantavam a todos e continuam até hoje a fazer adeptos. O que era um simples encontro de amigos se tornou o maior evento de autos antigos do Brasil, realizado todos os anos em Águas de Lindóia, São Paulo. Liderado por Nilson e Edenise Carratu, o evento abriga mais de 600 modelos de autos antigos. 

Quer saber mais sobre a Phoenix Studio? +55 (41) 3362-7457 / 3089-9191 ou www.phoenixstudio.com.br

Curta a Phoenix no Facebook! www.facebook.com/phoenix.phst e www.facebook.com/MotorcyclesPhoenix 


Sobre a Phoenix Studio e Phoenix Motorcycles
O que era apenas um hobby foi dando lugar, aos poucos, ao profissionalismo e transformou em uma verdadeira fábrica de sonhos. A Phoenix Studio é o que podemos chamar de trabalho feito com e por paixão, um hobby que que transformou em um negócio super profissional e que conquistou um mercado imenso e exclusivo de carros clássicos e antigos. 
Hoje a Phoenix Studio conta com o melhor serviço de restauração de carros antigos importados como Cadillac, Chevrolet, Ford, Rolls-Royce, Lincoln, Packard, Mercedes-Benz e Dodge. 
Com 4.100m² de área construída a Phoenix Studio dispõe de amplo Show Room para exposição e venda de veículos, área de importação, setor de funilaria e preparação de pintura com layout projetado para produção em linha, com uso de planos aspirantes e cabine profissional, estofaria, elétrica, mecânica especializada e cromagem própria. O destaque no processo de cromagem é que a Phoenix Studio conta com o sistema “Triple Plate Chrome”, tecnologia americana de última geração que garante a qualidade inigualável de cada peça e acessório do veículo. 
A Phoenix Studio conta também com o processo de Vitrificação, que completa o trabalho de revitalização após a restauração. Neste processo a Phoenix utiliza a tecnologia japonesa Ultra Glass Coating, que protege e mantém o brilho e durabilidade da pintura, com garantia de 2 anos. Em aeronaves as superfícies como, bordo de ataque das asas, direcional, profundor e anel de velocidade dos motores das aeronaves a jato, quando polidas, diminuem o arrasto permitindo um melhor escoamento do ar, diminuindo também o desgaste das mesmas, pelo efeito abrasivo dos elementos, com consequente melhora das performance e diminuição do consumo a longo prazo. 
Distribuidor exclusivo COKER TIRE no Brasil, a Phoenix Studio conta com rodas e pneus Radiais (década de 80), semi-radiais (década de 70), diagonais (décadas de 60, 65), todos com diversas medidas, pneus faixa branca, pneus clássicos, hot rod, entre outros. 
Atualmente a empresa conta com 45 profissionais para dar vida aos mais diferentes modelos de carros. Esta moderna unidade de restauração e pintura tem capacidade para passagem de até 40 veículos em sua linha de produção e possui toda estrutura e segurança que essas relíquias merecem. Desde sistema de combate à incêndio a alarme monitorado e segurança 24 horas.

Serviço: 
Phoenix Studio e Phoenix Motorcycles / Phoenix Rentals
BR 116 - nº6000 - Tarumã - Curitiba/PR - CEP. 82.590-300
Telefone: +55 (41) 3362-7457 / 3089-9191
www.phoenixstudio.com.br
Curta a Phoenix no Facebook! www.facebook.com/MotorcyclesPhoenix e www.facebook.com/phoenix.phst 

Fonte: BelPress :: Comunicação 

Ford New Fiesta populariza nos carros compactos sistema de segurança a partir da chave do veículo


O New Fiesta é o primeiro carro compacto no Brasil a contar com um sistema de segurança programado a partir da chave do veículo. Essa tecnologia Ford, chamada chave configurável MyKey, permite controlar vários parâmetros de utilização do veículo, tais como a velocidade, distância percorrida e até a personalização do volume do rádio.
 
“Esse é um recurso tecnológico útil só encontrado até agora em veículos de alto custo. Com o New Fiesta, a Ford está popularizando este equipamento que, por exemplo, permite limitar a velocidade máxima quando se entrega o carro ao manobrista ou a motoristas inexperientes”, diz André Leite, gerente de Marketing de Produtos da Ford.

Além de limitar a velocidade máxima do veículo e o volume do som, o sistema MyKey impede o desligamento dos sistemas de assistência ativa e dispara vários alertas sonoros. “A chave MyKey permite selecionar vários limites de velocidade, que disparam avisos sonoros e ao chegar ao nível máximo impedem o carro de ir além, mesmo que se pise no acelerador”, explica Leite.

O aviso de uso do cinto de segurança e o alerta de nível baixo de combustível são outros recursos padrão da chave MyKey, que não podem ser alterados. O volume máximo do sistema de som é limitado a 45% e uma mensagem aparece no painel quando ele é atingido.

Conectividade SYNC

A programação do MyKey é feita através da tela do sistema de conectividade SYNC, usando a chave principal, chamada “admin”. Com ela, é possível programar uma ou mais chaves adicionais, todas com os mesmos parâmetros. 

“O sistema tem comandos simples e permite visualizar também a distância percorrida pelo veículo com cada chave. É um controle que incentiva o uso mais seguro e responsável do carro”, completa Leite. “Até então, esse equipamento só era encontrado em carros do segmento de luxo e, com o New Fiesta, se tornou acessível para uma faixa maior de consumidores, seguindo a filosofia da Ford de popularizar as novas tecnologias.”

A chave MyKey é oferecida no New Fiesta 1.6, que também vem equipado com controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e ar-condicionado digital na versão SE. Na versão Titanium, topo de linha, traz ainda 7 airbags, sensor de estacionamento, sensor de chuva e acendimento automático dos faróis, entre outros equipamentos.

Fonte: Imprensa Ford

Triumph mostra novas Daytona 675R e Street Triple 675 no Salão de Motos de Porto Alegre


A Triumph Motorcycles, em parceria com a sua concessionária Eurobike de Porto Alegre (RS), participará da 14ª edição do “Salão de Motos” de Porto Alegre, que acontecerá entre os dias 1º e 9 de junho, no Centro de Exposições da FIERGS (Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul).  Em seu estande, a fabricante inglesa vai apresentar para o público, pela primeira vez no estado, os novos modelos Daytona 675R e Street Triple 675, cujas vendas no País serão iniciadas somente em junho.

Além disso, a marca vai expor toda a sua linha de motocicletas lançada no mercado brasileiro no final do ano passado: Triumph Bonneville T100, Triumph Tiger 800 XC, Triumph Speed Triple, Triumph Tiger Explorer, Triumph Rocket III Roadster e Triumph Thunderbird Storm.

A empresa também mostrará sua coleção de roupas masculinas e femininas, como jaquetas, camisetas e calças. Na Inglaterra, a linha completa de roupas, calçados, objetos de uso pessoal e acessórios para motos soma perto de 35.000 itens. As roupas, por exemplo, são modernas e casuais e seguem as mais modernas tendências da moda, com muita qualidade. Estes produtos também estão disponíveis no Brasil.

SOBRE A TRIUMPH
Lançada no País em novembro de 2012, a Triumph Motorcycles é uma das mais tradicionais marcas de motocicletas do planeta. É uma empresa global, atuando diretamente em 10 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 42 mercados, através de distribuidores independentes. A marca completou 110 anos de história em 2012. A subsidiária brasileira conta com sede em São Paulo (SP), fábrica em Manaus (AM) e quatro concessionárias em operação nas cidades de São Paulo, Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre (RS) e Brasília (DF). Até dezembro, mais oito revendas serão inauguradas pelo País.

Fonte: g6 Comunicação Corporativa

segunda-feira, 27 de maio de 2013

LED – Uma nova luz para a segurança


Mais eficiente e econômico, o LED chegou de vez ao mercado automotivo. E isso é bom para você. Esse tipo de iluminação torna a condução do veículo mais segura à noite. Agora você vai saber por quê.
A sigla LED vem de um termo em inglês que, na nossa língua, significa diodo emissor de luz. É um componente eletrônico que, com a passagem de corrente elétrica, emite uma luz visível.

Os novos veículos estão saindo com LED nos faróis, lanternas e na iluminação interior. Fator de economia. O LED possui vida útil superior à das lâmpadas convencionais. Consomem menos energia e podem ser utilizadas como objeto de design – como acontece nos faróis de alguns veículos. Por consumirem menos energia, os fios podem ser mais finos, reduzindo o peso do carro – o que exige menos combustível – e prolongando a vida da bateria.

Mas o uso dessa tecnologia nas lanternas proporciona outro benefício ainda mais importante: deixa o seu carro mais seguro.

Luz instantânea

O LED acende mais rápido do que as lâmpadas incandescentes, alertando com antecedência o motorista que vem atrás. De acordo com uma pesquisa realizada pelo National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), essa antecipação do aviso luminoso de frenagem em 0,5 segundo pode reduzir a chance de colisão em até 60%.

A pesquisa ainda cita que, em condições favoráveis de iluminação, o LED proporciona uma vantagem na resposta de frenagem entre 170 e 200 milissegundos. E, em condições adversas de iluminação, a resposta chega a 300 milissegundos – considerando uma mesma distância e intensidade de luz em comparação com uma lâmpada incandescente.

Tudo isso significa que a resposta de frenagem pode proporcionar uma redução de quase 6 metros na parada total de um veículo que trafega a 100 km/h.

Para caminhões, o LED poderia trazer ainda mais benefícios do que em carros de passeio. Na análise de mais de 500 caminhões, foi observado que a tensão das lâmpadas de freio eram baixas, e consequentemente tinham luminosidade inferior – confundindo com as lâmpadas de lanterna e atrasando ainda mais a percepção dos motoristas em frear o veículo, problema que não ocorre com o LED.

Fonte: CESVI - Centro de Experimentação e Segurança Viária

Troller inaugura o distribuidor Santa Trilha em Itajaí e dá continuidade à expansão da rede


A Troller inaugura nesta quinta-feira (23 de maio) o distribuidor Santa Trilha, novo ponto de venda e assistência técnica que amplia o atendimento aos clientes da marca na região de Itajaí, Santa Catarina. A inauguração faz parte do plano de expansão e reestruturação da Rede Troller que este ano prevê a adequação de 12 pontos de venda ao seu novo padrão.

Marca do grupo Ford no Brasil, a Troller é uma empresa genuinamente brasileira que desde o seu nascimento, em 1994, está ligada ao mundo off-road. Ao longo dos anos, fez das competições um laboratório para o desenvolvimento de seu produto e hoje é referência em robustez e capacidade todo terreno.

“Temos feito seguidos investimentos nos últimos anos para aumentar a satisfação dos clientes e a participação da Troller no mercado”, diz Wilson Vasconcellos Filho, gerente de Marketing, Vendas e Serviço da marca. “O fortalecimento da rede é uma das bases dessa estratégia, junto com a modernização da fábrica em Horizonte, no Ceará, e o desenvolvimento do produto. Até o final do ano, a Rede Troller passará a contar com 21 distribuidores no Brasil.”

Venda e pós-venda

Localizada na Avenida Osvaldo Reis, 487, em local de fácil acesso, a Troller Santa Trilha conta com uma área de cerca de 800 metros quadrados e instalações modernas, seguindo o novo padrão de identidade visual da Troller. Dispõe de um showroom amplo e climatizado, oficina completa para revisões e assistência técnica e uma equipe treinada e dedicada. Ela também vai oferecer test-drive do Troller T4 para os clientes que quiserem conhecer o desempenho de um verdadeiro off-road.

A nova revenda será responsável pelo atendimento de 54 cidades no Vale do Itajaí, região estratégica para o crescimento da marca. Com mais de 1 milhão de habitantes, o Vale possui cidades com forte vocação turística, é um importante polo têxtil e tecnológico com acesso a diferentes regiões do País e ao mercado externo, por vias terrestre, aérea e marítima.

“Hoje, pelo fator logístico, a cidade de Itajaí é o melhor lugar para atender esse importante mercado em expansão”, destaca Alessander Fontes, gerente comercial do novo distribuidor. “Creio que o diferencial desta revenda está na equipe que formamos, que conhece e vive a marca Troller, pronta e capacitada não apenas para a venda, mas para o relacionamento e atendimento pós-venda, muito importante para todos da Troller e da Santa Trilha”.

Fonte: Imprensa Troller

Mégane R.S. Red Bull Racing RB8: o melhor da Renault Sport e da escuderia Red Bull Racing


A Renault e a escuderia Red Bull Racing estão comemorando o terceiro título de Campeão do Mundo de Construtores da Fórmula 1, conquistado em 2012, com a série limitada Mégane R.S. Red Bull Racing RB8.

Pelo segundo ano consecutivo, o Mégane R.S. coloca em destaque as cores da escuderia Red Bull Racing. Uma série limitada atraente, na ponta da tecnologia e no mais puro espírito da Renault Sport.

Um look exclusivo

A cor exclusiva Azul Crepúsculo é diretamente inspirada no azul emblemático da escuderia. Na traseira e nas laterais, as faixas Red Bull Racing marcam logo de cara a identidade da série limitada. Definitivamente esportiva, ela também é elegante graças à presença de equipamentos externos na cor cinza platina que fazem reflexos multicores em torno do Azul Crepúsculo: lâmina F1, maçanetas das portas, capas dos retrovisores e banco traseiro.

Além disso, um adesivo nas laterais traseiras comemora a vitória no Campeonato do Mundo de Construtores de 2012.

Do lado de dentro, a série limitada é ainda mais exclusiva. O logo Red Bull Racing assina a soleira numerada de alumínio e os protetores de tapete, aparecendo também nos apoios de cabeça dos bancos Recaro com novo revestimento com duplo material – couro e tecido.

Pronto para bater recordes? O Mégane R.S. Red Bull Racing RB8 é equipado de série com os mesmos pneus Bridgestone do Mégane Trophy, que bateu o recorde de volta no circuito alemão de Nürburgring. Estes pneus de alto desempenho são montados em rodas exclusivas de 19’’ pretas com contorno cinza.

Renault R-Link e o R.S. Monitor 2.0

A série limitada marca a chegada do tablet multimídia integrado e conectado R-Link em todos os Mégane R.S. Os seis recursos disponíveis (navegação, telefone, multimídia, veículo, sistema e catálogo do aplicativo R-Link Store) são acessados através de uma tela touch screen, com reconhecimento de voz e um joystick posicionado no console central.

Com o R-Link, o R.S. monitor passa para o modo 2.0, para os verdadeiros apaixonados pela direção esportiva. Não é preciso escolher entre a navegação e o sistema de telemetria embarcada, graças à navegação TomTom Live oferecida pelo R-Link.

Fonte: Imprensa Renault



New Fiesta ST surpreende a europa com o compacto mais rápido produzido pela Ford


 O New Fiesta ST é o mais novo sucesso de vendas da Ford no mercado europeu. Carro compacto de série mais rápido já produzido pela Ford, o modelo esportivo da linha teve grande aceitação e já atingiu a venda de 3.000 unidades desde o lançamento em março.
A linha New Fiesta, da qual o ST faz parte, é hoje a mais vendida no segmento de compactos na Europa. A versão esportiva se destaca pelo seu motor de 182 cv que acelera de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e atinge a velocidade máxima de 220 km/h. 

Produzido sobre um chassi avançado desenvolvido pelo Time RS da Ford, braço europeu do grupo de Veículos Globais de Performance da marca, o esportivo New Fiesta ST tem motor EcoBoost 1.6, direção, suspensão e freios tunados e um sistema aprimorado de controle vetorial de torque. 

Como diferenciais de estilo em relação às versões regulares do New Fiesta, ele traz grade dianteira em padrão de colmeia, difusor traseiro e kit aerodinâmico ST, nas cores especiais azul Spirit, branco Frozen e vermelho Race. É equipado com chave de segurança MyKey e sistema multimídia SYNC com assistência de emergência.

“Os comentários sobre o Fiesta ST têm sido fenomenais e ficou claro que temos um produto especial nas mãos”, diz Roelant de Waard, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford Europa. “Estamos realmente orgulhosos do nosso time de desenvolvimento do produto por entregar um carro que os principais jornalistas automotivos da Europa afirmam ser não só surpreendentemente bom, mas também muito acessível.”

Tendência de mercado

Mais de 60% dos clientes do New Fiesta ST optaram pelo interior em couro preto, combinando com os apliques de fibra de carbono no painel, pedais e manopla do câmbio em alumínio, direção ST e bancos Recaro. Rodas de alumínio cinza de 17 polegadas com pinças de freio vermelhas são outro item pedido por 90% dos clientes. 

Segundo os distribuidores, o carro está atraindo muita atenção para os showrooms da marca, com pessoas interessadas em sentar no New Fiesta ST, experimentar e falar sobre a sua performance. O sucesso do New Fiesta ST segue os passos do Focus ST, que começou a ser vendido em meados de 2012. 

Prêmio em dinâmica

O time de dinâmica veicular que desenvolveu o New Fiesta ST foi premiado como o melhor do ano na entrega do Vehicle Dynamics International Awards 2013, realizada no mês passado. 

Fonte: Imprensa Ford

Versão Track aumenta família do popular Gol

Gol Track traz visual de veículo para o off-road leve: molduras nos paralamas e adesivos da versão
Helder Lima

A Volkswagen aumentou a família do Gol ao lançar a versão Track do compacto, com visual de off-road leve. O novo modelo, com motor 1.0, oferece uma opção de compra mais econômica do que o Gol Rallye, também voltado ao off-road leve, só que com propulsor 1.6 e mais itens de acabamento.

O preço do Gol Track parte de R$ 33.060, sendo que o ar-condicionado é item opcional que custa R$ 2.480. No Gol Rallye, o ar-condicionado é equipamento de série. 
Além da roupagem de carro para off-road, como as rodas de aro 14 polegadas com pneus de uso misto, adesivos que identificam a versão e molduras de plástico preto nos paralamas, o carro tem suspensão com altura livre do solo 23 milímetros maior que o veículo convencional, o que ajuda a encarar as estradas de terra.

A suspensão exigiu intenso trabalho de engenharia, com o objetivo de manter as características de estabilidade, dirigibilidade e segurança presentes nas demais versões do Gol. Além do trabalho desenvolvido através de simulação em computadores, houve testes de rodagem realizados em pista, ruas e estradas com características variadas.

O Gol Track é equipado com a última geração do motor TEC 1.0 flex, da família EA 111. Quando abastecido com etanol, a potência do motor é de 76 cv a 5.250 rpm e o torque é de 10,6 kgfm a 3.850 rpm. Quando está abastecido com gasolina, a potência é de 72 cv a 5.250 rpm e o torque é de 9,7 kgfm a 3.850 rpm.

Os freios ABS, de série, contam com a segurança extra do Emergency Stop Signal (ESS), que funciona como um alerta para evitar colisões traseiras. Caso o motorista pressione o pedal de freio de forma acentuada, o sistema de segurança aciona as luzes traseiras de frenagem de forma intermitente. 

Sensor de obstáculos: recurso visual

Um dos recursos opcionais do Gol Track é o sensor de aproximação de obstáculos traseiros, ligado ao rádio (opcional), que exibe na tela central a silhueta digital no formato da carroceria do veículo (visto de cima), mostrando uma barra que vai se aproximando do veículo à medida que a distância do obstáculo diminui. O sistema ainda conta com o auxílio sonoro (beep), que aumenta a intermitência conforme o carro se aproxima do objeto.

Chamado de Parking Distance Control (PDC), ou controlador de distância ao estacionar, esse sistema funciona por meio de quatro sensores instalados no para-choque traseiro. Posicionados em locais estratégicos com o objetivo de ter o máximo de eficiência, esses sensores são pintados na cor da carroceria e contam com acabamento refinado, de forma que ficam discretos no veículo.

O veículo também traz arquitetura eletrônica nova, que possibilitou a instalação de equipamentos como o sistema ECO Comfort (opcional), que orienta o motorista a dirigir de forma mais econômica, por meio de mensagens no painel, que podem ser selecionadas para aparecer tanto com o veículo parado como em movimento.