domingo, 30 de setembro de 2012

Volks retoma o ‘Fusca’ e apresenta novo Golf


Fusca agora tem alto desempenho, com desenho moderno e motor de 200 cavalos

 Helder Lima

O Salão do Automóvel de Paris abre suas portas para o público amanhã, com novidades que interessam ao consumidor brasileiro. Três delas estarão na área de exposição da Volkswagen, que anuncia a venda do Beetle no Brasil a partir de novembro, e também mostra a nova versão do Golf e o subcompacto UP!. Este último deverá ser produzido em Taubaté para fazer frente ao Uno no mercado. 

O Beetle será relançado com o nome de “Fusca”, resgatando o emblema do carro mais conhecido do consumidor brasileiro no passado. O modelo está entre os automóveis mais bem-sucedidos de todos os tempos, com 21,5 milhões de unidades vendidas no mundo, das quais mais de três milhões no Brasil.

Fabricado em Puebla (México), o Fusca, que estreou mundialmente no Salão de Xangai em abril de 2011, foi concebido para o mercado global. Ele é a versão mais potente de todos os tempos, com motor 2.0, com injeção direta de gasolina, que desenvolve 200 cv de potência, acoplado à transmissão de seis marchas DSG (Direct Shift Gearbox) de dupla embreagem. Esse conjunto mecânico faz com que o Fusca acelere de zero a 100 km/h em 7,3 segundos e alcance a velocidade máxima de 210 km/h.

Golf traz soluções de ecoeficiência, com capacidade para fazer 31 km/litro de diesel

A nova geração do Golf também será destaque da montadora alemã, que revelará uma versão conceitual do carro com a estampa de ecoeficiência BlueMotion, equipada com propulsor turbodiesel de 1.6 litro, que faz cerca de 31 km/litro e emite 85 gramas de CO2 por quilômetro, nível que é cerca de metade das emissões de um carro com motor mil no Brasil. Essa versão deve ser lançada na Europa em meados do próximo ano.






Fiat lança compacto com tração 4x4

Panda realiza o “sonho” de um veículo econômico, compacto e pronto para o off-road

Helder Lima

A estrela da Fiat em Paris é a família Panda, que apresenta os modelos Panda 4x4, Panda Trekking e Panda Natural Power.

O Panda 4x4, único modelo “all-wheel drive” no segmento A (dos subcompactos), é herdeiro de um campeão de vendas que fez sua primeira aparição há quase 30 anos. Hoje, a terceira geração do Panda prova que é capaz de combinar a capacidade “off-road” em um projeto compacto e eficiente. 

Para confirmar a versatilidade do modelo, também estreiam em Paris as versões Panda Trekking e Natural Power. A primeira diminuiu a diferença de desempenho entre um 4x2 tradicional e um 4x4, proporcionando um desempenho “off-road” excelente, mesmo com tração apenas nas rodas dianteiras, graças ao sistema “Traction +”. Essa tecnologia, de funcionamento combinado entre o sistema ABS dos freios e do diferencial autoblocante, garante tração em pisos de baixa aderência, sem o custo elevado de uma tração 4x4 de fato.




Peugeot cria SUV na plataforma do 208


Utilitário conceitual da Peugeot é equipado com propulsor de 1,2 litro e três cilindros


Helder Lima

A Peugeot apresentará no Salão de Paris o 2008 Concept, um utilitário esportivo conceitual que fará frente a modelos como o EcoSport, da Ford, e poderá ajudar a marca francesa a ampliar sua atuação nos mercados mundiais. 

O carro foi desenvolvido sobre a mesma plataforma do modelo 208, que será fabricado em Porto Real (RJ). O novo utilitário também deverá ser vendido no Brasil, segundo a montadora.

Sob o capô, o 2008 Concept recebe motor 1.2 de três cilindros, movido à gasolina. Em harmonia com o dinamismo e a potência sugeridos pelo conceito, ele é equipado com turbo e injeção direta. Esse motor desenvolve uma potência de 110 cv, que permite preservar a agilidade e a versatilidade do veículo. 

Elemento da estratégia de downsizing de motores praticada pelo Grupo PSA, esse propulsor permite níveis de consumo e de emissões de CO2 reduzidos, oferecendo também prazer de condução.


Suzuki agrega conforto e segurança ao Vitara

Vitara equipado com tração 4x4 enfrenta o off-road: motor de alumínio e 140 cv de potência


Helder Lima

O Grand Vitara 2013 passou por pequena reestilização e acaba de desembarcar no Brasil com novas tecnologias, como o piloto automático e o Brake Override. A mudança no visual fica por conta da grade frontal e do parachoque dianteiro, que ganham design mais moderno. Outras novidades desse tradicional SUV, que já está à venda nas concessionárias da marca, são os tecidos, rodas e as versões com teto solar. 

Controles do volante acionam o piloto automático:
mais conforto para enfrentar estradas
Eleito um dos carros mais confiáveis do mundo, segundo estudo alemão TÜV Report 2011, por apresentar reduzida necessidade de manutenção, o Grand Vitara passa a ter de série e em todas as versões mais um item de segurança, o Brake Override. O sistema reconhece quando acelerador e freio estão pressionados ao mesmo tempo e garante a desaceleração do veículo em situações de emergência. 

Outra tecnologia é o Cruise Control, piloto automático que acompanha os modelos com transmissão automática. O comando, uma vez programado, permite retirar o pé do acelerador e proporciona maior conforto ao dirigir em estradas por garantir a precisão no controle de estabilidade. 

O motor de alumínio, 2.0 (DOHC), mais leve, contribui para o desempenho do veículo com baixo nível de ruído, vibrações e aspereza. Movido à gasolina e com 16 válvulas, é capaz de entregar 140 cavalos de potência a 6.000 rpm com torque máximo de 18,7 kgfm a 4.000 rpm. O coletor de admissão variável de controle eletrônico melhora o torque e potência para todas as faixas de rotação do motor. 

Seguindo a tendência mundial do mercado de luxo, o Grand Vitara recebe aplicação exclusiva da cor bronze, em limited edition, com acabamento interior em tecidos e couro bege. Essa versão, mais sofisticada, será lançada no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, de 24 de outubro a 4 de novembro. 



Confira as versões e preços do utilitário

4x2 manual - R$ 72.914
4x2 automático - R$ 80.300
4x4 manual - R$ 81.875
4x4 automático - R$ 88.025
4x2 automático com teto solar - R$ 82.300
4x4 automático com teto solar - R$ 90.025
Versão Limited Edition - disponível a partir do Salão do Automóvel


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Ford Shelby GT500 2013 ganha versão “Super Snake” de 862 cv

Disponível no modelo básico de 671 cv, ou opcional de 862 cv, o  Ford Mustang Shelby GT500 é oferecido nos Estados Unidos em edição limitada de 500 unidades


O Ford Mustang Shelby GT500 2013 ganhou uma versão especial “Super Snake”, a mais potente já produzida pela Shelby American em seus 50 anos de história. Disponível no modelo básico de 671 cv, ou opcional de 862 cv, o modelo é oferecido nos Estados Unidos em edição limitada de 500 unidades, trazendo também novos detalhes de estilo, opções de cores e equipamentos de performance, com carroceria cupê ou conversível. 

“Quando a Ford lançou o Shelby GT500 2013 fomos bombardeados com pedidos de um pacote Super Snake para o carro”, diz John Luft, presidente da preparadora Shelby American. “Nosso time trabalhou junto com a Ford Racing e outros parceiros para desenvolver esse modelo que respira fogo. O resultado é o modelo básico Super Snake mais potente já produzido, com 671 cv. Com alguns opcionais, é possível levar para casa a versão de 862 cv, homologada para as ruas e abastecida com gasolina comum.”



As opções de estilo do modelo incluem novas rodas em preto acetinado ou prata metálico brilhante e faixas em prata ou azul combinando com as cores da carroceria. Pela primeira vez, a Shelby também oferece a opção de pneus com largura de 13 polegadas, como a versão especial criada recentemente junto com a Ford em tributo a Carroll Shelby.

O pacote do Ford Shelby GT500 2013 Super Snake inclui: transmissão manual de seis velocidades; pacote especial de suspensão; pacote de resfriamento com novo radiador, trocador de calor e tanques de alumínio; rodas Shelby de 20 polegadas com pneus de alta performance; escapamento Shelby/Borla; supercharger opcional; freios Wildwood com seis pistões dianteiros e quatro pistões traseiros; dutos de resfriamento dos freios dianteiros; capô em fibra de vidro; e assinatura Shelby nas faixas, emblemas e letras na tampa do porta-malas. A cabine conta com a opção de revestimento de couro em dois tons, com a assinatura Shelby bordada nos apoios de cabeça e tapetes. 

Fonte: Imprensa Ford




sábado, 22 de setembro de 2012

Salão de Hannover: Ford mostra sua futura linha de comerciais e Transit é a van do ano

O Salão de Hannover, na Alemanha, serve de palco para a primeira exibição global da futura Ford Transit

A Ford dá uma mostra de como será sua futura geração global de veículos comerciais leves no Salão de Hannover, na Alemanha, um dos principais eventos do segmento de transportes do mundo, que abre para o público de 20 a 27 de setembro. O Salão serve de palco para a primeira exibição global da futura Transit, desenvolvida dentro da estratégia de produtos One Ford com uma nova plataforma global e que será vendida em seis continentes. A Ford Transit também foi destaque na abertura do Salão para a imprensa, conquistando o título de Van Internacional do Ano 2013.

A futura geração da Transit foi desenvolvida no centro de veículos comerciais da Ford na Europa, que acumula décadas de experiência na criação desses comerciais leves, líderes de mercado no continente, agregando os recursos globais de engenharia da Ford em outros países. Seu objetivo é levar a um novo patamar as qualidades já reconhecidas de design, robustez, capacidade de carga, conforto, segurança e economia da linha, em suas diversas configurações de modelos.

“A linha Transit está se tornando global e, com o desenvolvimento da nova geração, será ainda mais produtiva, eficiente e robusta”, diz Barb Samardzich, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto da Ford Europa. “A Ford reúne mais experiência que qualquer outro fabricante na criação de veículos comerciais líderes de mercado em todo o mundo.”

A nova Ford Transit trará um novo padrão de capacidade e versatilidade para o segmento de vans comerciais, com uma linha incomparável de modelos de carroceria e versões, incluindo múltiplos tamanhos de distância entre-eixos, altura de teto e versões de cabine. Reduzir o custo operacional total foi uma das prioridades no seu desenvolvimento, para oferecer economia na manutenção, na reparabilidade e no seguro, além de baixo consumo de combustível.

O interior terá um painel moderno e funcional e soluções inteligentes para acomodação da carga. A nova linha também vai oferecer diversos itens de conveniência e tecnologias de assistência ao motorista disponíveis nos automóveis da Ford, incluindo o sistema de conectividade SYNC com comando de voz, câmera de visão traseira, piloto automático e alerta de mudança de faixa. 

Van Internacional do Ano 2013
A Transit foi eleita a Van Internacional do Ano 2013 por um júri de 24 jornalistas especializados, que anunciou o resultado na abertura do Salão de Hannover. O prêmio foi conferido à Transit Custom, versão de 1 tonelada vendida no mercado europeu, destacando-se pelas qualidades já conhecidas da linha: robustez e economia para o trabalho, com design, dirigibilidade e equipamentos similares aos dos automóveis.

Este é o quarto título de Van Internacional do Ano conquistado pela Transit nos 22 anos de história do prêmio. Ela venceu em 2001, 2003, 2007 e agora, um recorde na categoria.

Fonte: Imprensa Ford


Salão da Motocicleta premiará a moto mais irada dos motoclubes

A inscrição deve ser feita por meio do site do evento até o dia 30 de outubro


O Salão da Motocicleta, o único evento exclusivo de motos no país, está organizando diversos concursos, entre eles, um especial, direcionado para os motoclubes de todo o Brasil: “A moto mais irada dos motoclubes”. O desafio foi lançado e para participar os clubes devem se cadastrar pelo site do Salão, www.salaodamotocicleta.com.br, preencher todas as informações e enviar uma foto da moto, com tamanho máximo de um megabyte. O período de inscrição e o prazo para envio das fotos é até o dia 30 de outubro de 2012, às 23h59.

Serão escolhidas dez motos, que ficarão expostas durante os dias do Salão da Motocicleta, de 6 a 11 de novembro. A seleção será realizada por uma comissão julgadora, que ainda elegerá as vencedoras, as três motos mais iradas. Entre os prêmios está um troféu e acessórios de algumas das grifes presentes no Salão da Motocicleta 2012.

“Atualmente, o Brasil possui mais de 4.500 grupos de motociclistas e em sua última edição o Salão contou com mais de 1.000 deles. Tivemos o prazer de receber esses grupos na edição de 2010 e temos certeza que esse ano será um novo sucesso de participação”, comenta Alberto Pellegrini, diretor da Megacycle.

O Salão está promovendo diversos concursos culturais. Para saber mais, inclusive sobre as fichas de inscrições e os regulamentos oficiais, entre no site www.salaodamotocicleta.com.br.

O Salão
O Salão da Motocicleta 2012 ocorrerá de 6 a 11 de novembro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, e reunirá cerca de 200 empresas do setor como Yamaha Motores do Brasil, XMotos, Mobil, Kawasaki e outras líderes do setor. A entrada tem valor a partir de R$ 20,00, para um adulto, para compra realizada nos pontos de vendas autorizados. Estudantes e crianças entre 5 e 12 anos pagam um valor especial, a partir de R$ 10,00, também nos pontos de vendas. Menores de 5 anos e maiores de 65 anos, acompanhados, têm entrada livre.


Sobre a Megacycle
Prestes a completar 20 anos, a empresa atua no fomento do mercado de motocicletas, contribuindo para o melhoramento do setor por meio da educação de consumidores e empresas e da promoção da segurança no trânsito durante seus eventos. A Megacycle é reconhecida internacionalmente na realização do maior encontro motociclístico do Hemisfério Sul e pelos eventos de Acessórios que realiza, além do grande empreendimento que é o Salão da Motocicleta, único evento exclusivo de motocicletas no Brasil.

Fonte: PRINTER PRESS COMUNICAÇÃO CORPORATIVA

Ford entrega Nova Ranger ao lutador Cezar Mutante, vencedor do TUF Brasil

Cezar Mutante conquistou o título de "Lutador Raça Forte" e foi premiado com a Nova Ranger

A Ford promoveu no dia 21 de setembro, em Belo Horizonte, MG, a entrega de uma Nova Ranger ao lutador Cezar Mutante, campeão da edição brasileira do reality show TUF Brasil – The Ultimate Fighter. Por ter sido o atleta que venceu em menos tempo seus oponentes ao longo da competição, ele também conquistou o título de “Lutador Raça Forte” e foi premiado com a picape.

O evento fez parte do programa de lançamento da nova picape global da Ford, que traz um salto de tecnologia no segmento de picapes médias. Além de contar com os motores mais modernos da categoria – o Duratorq 3.2 Diesel de cinco cilindros, com 200 cv, e o Duratec 2.5 Flex de quatro cilindros, com 173/168 cv – ela traz um padrão inédito de conforto a bordo.

Entre outros equipamentos, oferece ar-condicionado digital de dupla zona, GPS com tela de 5 polegadas, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, sensor de chuva, faróis com acendimento automático e banco com ajuste elétrico em 8 direções. Na parte de segurança, também é a mais completa. Tem freios ABS com EBD e conta com a opção de seis airbags (dianteiros, laterais e de cortina), controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, controle automático de velocidade em descidas, assistente de partida em rampa, controle adaptativo de carga, controle anticapotamento e assistência em frenagem de emergência.

Fonte: Imprensa Ford

Copa Troller em Vitória: emoção nas trilhas e nas redes sociais

Foto: Doni Castilho

A Copa Troller reuniu 96 carros na terceira etapa do Campeonato Sudeste, disputada neste final de semana em Vitória, no Espírito Santo. Além da emoção do percurso, que incluiu desde atoleiros e terrenos com forte grau de inclinação a travessias de rios, testando as qualidade off-road do Troller T4, o rali movimentou também as redes sociais. Com a cobertura da prova feita na página da Troller no Facebook, milhares de pessoas puderam acompanhar o seu desenrolar pela internet.
Foto: Robson Souza

A tecnologia digital também está presente nos bastidores da prova. As informações dos participantes de cada etapa são coletadas por meio de tablets, que agilizam o atendimento, e a contagem de tempo e verificação de passagem nos pontos de controle é registrada por dois GPS instalados nos veículos.

Camila Varejão, participante como passageira na categoria Passeio, gostou da experiência. “Foi um roteiro bem tranquilo e rápido, com 5 km, e deu para testar vários recursos do carro”, diz. A prova incluiu, por exemplo, trechos com o uso da tração 4x4 reduzida, que exige a parada do veículo para o engate – uma das orientações passadas aos participantes durante o trajeto.

Para as categorias Master, Graduados, Turismo e Expedition, a competição foi dividida em três partes, com trilhas entre as cidades de Vitória, Serra e Fundão, totalizando 25 km. A próxima etapa do Campeonato Sudeste será no dia 10 de novembro, em Santa Catarina. Mais informações sobre a Copa Troller estão disponíveis no site www.troller.com.br.

Resultados
Confira a classificação da etapa no Espírito Santo:

Categoria Master
1º) Eduardo Moser /Cláudio Roberto Flores 
Foto: Robson Souza
2º) Oscar José Schmidt /Gustavo Schmidt 
3º) Flávio Roberto Kath /Rafain Walendowsky Blumenau 
4º) Fernando Lage /Rafael Dal Bello Belo Horizonte 
5º) Hamilton dos Santos Medeiros /Théo Augusto Guardiano

Categoria Graduados
1º) André Pereira de Queiroz /Ronaldo Willian Rodrigues Dos Santos 
2º) Filipe de Castro Fonseca /Luiz Fernando Pugliese  
3º) Marnes Alexandre Floriani /Cristian Mueller 
4º) Paulo Roberto de Goes /Luís Carlos Zanotti 
5º) Osni Izidoro Casas /Rodrigo Borges

Categoria Turismo
1º) Walter Luiz Küster /Lucas Costa Küster 
Foto: Robson Souza
2º) Jurandir do Amaral Junior /Andréa Lúcia Palma do Amaral
3º) Rogério Garbe Habib /Fred Macedo 
4º) Agripino Elias Gomes de Araujo /Isac da Silva Pinto
5º) Ubiratan Mota Turcato /Fernando da Silveira Lameira

Categoria Expedition
1º) Antonio Carlos Xavier de Faria Costa /José Hipolito Passos Duarte 
2º) Sandra Regina de Andrade /Arnaldo José de Carvalho Fazoli 
3º) Elton Almeida Lucas /Paulo Fernando Brandão Souza 
4º) Eduardo Trindade Farhat /Andréia Regina de Godoi 
5º) Valdemar Flavio Sanfins /Jurandir do Amaral Neto

A Copa Troller tem o apoio da Ford Motor Company Divisão Troller, com supervisão da CBA (Confederação Brasileira do Automobilismo). A categoria tem o co-patrocínio da Alfa Segurados, Hotéis Transamérica, Pneus Pirelli, Castrol, Transportes Gabardo e DuPont.

Fonte: Imprensa Troller

Toyota invade a disputada ‘praia’ dos compactos

Novo Toyota tem configuração da carroceria que chega a lembrar o concorrente Nissan March  
 Helder Lima

A competição entre as montadoras no segmento de veículos compactos ficou ainda mais acirrada nesta semana com o anúncio do lançamento do Etios, da Toyota. Na semana passada, a Hyundai também entrou na disputa de mercado com o modelo HB 20 e a Chevrolet confirmou o lançamento do Onix, também nesse segmento, que tem consumidores fazendo lista de espera, como é o caso do March, da Nissan.

Versão sedã do veículo tem preço mais elevado e
mais equipamentos para atrair o motorista
Os carros compactos representam 65% das vendas totais de veículos no País e a Toyota aposta no Etios como seu primeiro modelo desenvolvido para o mercado brasileiro. O carro chega em dois tipos de carroceria, hatchback e sedã, e dois tipos de motorização, 1.3 e 1.5, ambas com comando de 16 válvulas.

Painel concentra instrumentos na área central
para chamar a atenção do consumidor
O Etios será produzido na recém-inaugurada fábrica de Sorocaba e representa a aposta da marca para expandir sua presença no Brasil. A Toyota planeja vender 70 mil unidades do compacto por ano.

O modelo hatchback será comercializado em quatro versões, denominadas Etios, Etios X (com ar-condicionado opcional), Etios XS e Etios XLS. Na versão de entrada, o modelo tem motorização 1.3 e vem equipado com airbags frontais, parachoques na cor do veículo, portaluvas ventilado, alertas visuais e sonoros do não afivelamento do cinto de segurança e abertura de portas.

Já o sedã será comercializado em três versões, todas elas com motorização 1.5, denominadas Etios X (com ar-condicionado como opcional), Etios XS  e Etios XLS. Desde a versão de entrada, o modelo já conta com itens coluna de direção com regulagem de altura, direção com assistência elétrica, freios ABS com EBD, airbag duplo, alerta visual de não afivelamento do cinto, barra de proteção nas quatro portas e desembaçador do vidro traseiro.

Compare o desempenho dos motores
Etios 1.3
Com gasolina: 84 cv de potência a 5.600 rpm e 11,9 kgfm de torque a 3.100 rpm.
Com etanol: 90 cv de potência a 5.600 rpm e 12,8 kgfm de torque a 3.100 rpm.
Etios 1.5
Com gasolina: 92 cv de potência a 3.600 rpm e 13,9 kgfm de torque a 3.100 rpm.
Com etanol: 96,5 cv de potência a 3.600 rpm e 13,9 kgfm de torque a 3.100 rpm.


Versão mais barata tem preço de R$ 29,9 mil
O Etios mais barato vai custar R$ 29.990, com a carroceria hatch. Já as versões mais equipadas de hatch e sedã, com equipamentos como ar-condicionado, rádio com CD player, coluna de direção com ajuste de altura, freios ABS e EBD, entre outros, chegam, respectivamente, com os preços de R$ 42.790 e R$ 44.690.

O modelo adota transmissão manual de cinco marchas, pensada para extrair o melhor desempenho do motor. Adicionalmente, para assegurar uma boa sensação na troca de marchas, foi instalado um contrapeso (absorvedor de massa) no conjunto da transmissão.O Etios será comercializado em sete cores: branco, preto, cinza, azul e prata (sedã e hatchback), verde e vermelho (disponível no hatchback).


Ford começa a vender Edge 2013 com novas cores

Apresentando nova cor, Azul Carmel, o utilitário é equipado com propulsor V6, de 3,5 litros, que produz 289 cv de potência

 
Helder Lima

A Ford iniciou as vendas do Edge 2013, que oferece novas cores e vem com GPS integrado de fábrica, com mapas do Brasil na versão Limited e comando de voz em português, além de continuar trazendo bom pacote de tecnologia, segurança e conveniência. 
Marrom Dubai
As três opções de cores são o azul Carmel, vermelho Vermont e marrom Dubai. Elas complementam as já disponíveis preto Bristol, branco Sibéria, prata Dublin e cinza Oregon. 

Vermelho Vermont
“Em agosto, o Edge registrou o seu maior volume de vendas desde o lançamento no Brasil, com 394 unidades emplacadas, o que correspondeu a uma participação de 13,4% no segmento de crossovers médios”, diz Lucíola Almeida, gerente de marketing.

O Ford Edge 2013 é oferecido em duas versões, SEL e Limited, ambas equipadas com motor V6 de 3.5 litros, de 289 cv, e transmissão automática de seis velocidades com botão na alavanca para trocas sequenciais e modo de condução esportivo. 

Por contar com duplo comando variável e independente de válvulas (Ti-VCT) e um sistema aprimorado de corte de combustível nas desacelerações que reduz o consumo quando o torque não é exigido, ele é também mais econômico do que versões anteriores.

O catálogo SEL, com tração dianteira, tem preço a partir de R$ 127,9 mil. Ele vem equipado com sistema multimídia com tela de 4,2 polegadas no console central, comandos de voz para funções de telefone em inglês, espanhol e português, CD-player MP3 com seis alto-falantes, conexão Bluetooth, entrada USB, entrada auxiliar e tela colorida de 4,2 polegadas no painel.

O preço da versão Limited parte de R$ 142,1 mil, com tração dianteira, e com a inclusão de teto solar panorâmico elétrico, opcional, fica em R$ 151,7 mil. Já a versão com tração integral AWD sai por R$ 147,4 mil, ou R$ 157,1 mil com teto solar.


Fiat planeja fábrica em Pernambuco para 2014

Unidade terá capacidade para 250 mil veículos por ano

Helder Lima

A Fiat está iniciando a construção de uma nova fábrica em Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A fábrica será o centro de um polo automotivo no estado. Será instalada em terreno com área total de 14 milhões de metros quadrados e estará concluída em 2014. A fábrica terá capacidade de produção de 250 mil carros por ano e sua operação vai gerar cerca de 4,5 mil vagas de emprego. 

Atividade levará desenvolvimento para Pernambuco
A planta industrial será integrada a um parque de fornecedores composto por quinze empresas sistemistas (fornecedores de primeiro nível), que irão compor o polo automotivo, dotado ainda de centro de capacitação e treinamento, centro de pesquisa e desenvolvimento, pista de testes e campo de provas. 

Este último item é constituído por um conjunto de pistas com características técnicas específicas para servir de laboratório no desenvolvimento e validação de tecnologias veiculares. Trata-se do único campo de provas da Fiat fora da Itália. 

O projeto da Fiat tem concepção sustentável e engloba sistemas de tratamento de efluentes e resíduos biológicos e do processo produtivo, para reaproveitamento da água consumida nos processos produtivos e recolhimento e segregação de resíduos sólidos para destinação ambientalmente correta.

 Além disso, utilizará sistemas de ventilação e de iluminação interna naturais. Esses e outros processos serão desenvolvidos para tornar a fábrica uma operação de baixo impacto ambiental, reproduzindo as melhores práticas consagradas no Sistema de Gestão Ambiental Fiat.

A fábrica será um polo irradiador de capacitação de mão de obra não apenas para produzir automóveis, mas também para projetá-los e desenvolvê-los. Foi estabelecido um acordo de qualificação de engenheiros, envolvendo universidades de Pernambuco e o Instituto Politécnico de Turim, na Itália.

Renault anuncia série especial de utilitário

Duster Tech Road terá sistema de navegação e multimídia

Helder Lima

A linha do utilitário esportivo (SUV) Renault Duster contará a partir de outubro com sua primeira série limitada, que se chamará ‘Tech Road’.  Além de um visual diferenciado, a versão terá como destaque o Media Nav, um sistema multimídia com GPS integrado ao painel.


Série especial poderá ter motor 1.6 16V ou 2.0 16V,
com opção de câmbio automático na versão top
O Duster Tech Road é baseado na versão Dynamique e estará disponível em três configurações: 1.6 16V Hi-Flex com câmbio manual de cinco marchas; 2.0 16V Hi-Flex com transmissão manual de seis marchas e 2.0 16V Hi-Flex, com caixa automática de quatro velocidades, ambas com tração 4X2.


Sistema Media Nav no console também pode ser
operado por comandos satélites no volante
“Com a chegada desta série limitada, a Renault reforça a importância dada ao segmento de SUV, um dos que mais crescem no País”, diz Gustavo Schmidt, vice-presidente comercial da marca. 

O sistema Media Nav que equipará a versão oferece uma tela sensível ao toque (touch screen) de sete polegadas, integrada ao painel do veículo. Com display colorido e botões grandes, os menus são de fácil identificação e configuração. Em poucos toques, o motorista tem acesso às tecnologias, graças a um sistema intuitivo. 


O sistema Media Nav que equipará a versão oferece uma
tela sensível ao toque (touch screen) de sete polegadas
Ao usar o GPS, o motorista encontrará um sistema de fácil programação, e também uma lista de pontos de interesse. É possível programar e salvar a rota, enquanto o mapa é mostrado na tela. A hora programada para chegada ao destino, a distância a percorrer, a velocidade média e outras informações importantes também são passadas ao condutor. 

O Media Nav do Duster Tech Road oferece comandos satélites na coluna de direção e possibilita que o motorista manuseie as funções mais úteis como, trocar de música, atender e terminar chamadas, ou trocar estações do rádio sem tirar as mãos do volante.


Modelo vendeu 38,4 mil unidades desde lançamento
Comercializado em diversos países do mundo, o Duster é fabricado no complexo Industrial Ayrton Senna, no Paraná. O modelo foi lançado no Brasil em outubro de 2011 e rapidamente tornou-se um sucesso comercial, atingindo o posto de SUV mais vendido do mercado brasileiro. 

Desde o seu lançamento, foram emplacadas 38,4 mil unidades, que vem registrando índice crescente de vendas mês a mês. O segmento tem atraído a atenção de várias marcas, que nos últimos anos lançaram novos modelos. Em 2010, por exemplo, esta faixa do mercado contou com 13 veículos SUV, mais que o dobro se comparado há dez anos.



segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Hyundai mira compactos e lança HB20 equipado

HB20, primeiro carro da montadora sul-coreana produzido no Brasil, que chega fazendo barulho e prometendo dores de cabeça aos concorrentes. (foto: Paulo Manso)
Paulo Manso*

A Hyundai do Brasil lançou oficialmente, na quarta-feira e ontem, em Comandatuba, na Bahia, o HB20, primeiro carro da montadora sul-coreana produzido no Brasil, que chega fazendo barulho e prometendo dores de cabeça aos concorrentes. O novo veículo será produzido em Piracicaba (SP) e a aposta fica por conta da arrojada filosofia de ‘escultura fluida’ no design (característica da marca), nos itens de série e na garantia ilimitada de 5 anos.
O novo veículo da Hyundai será produzido
em Piracicaba (SP). 
(foto: Paulo Manso)


Com preços que vão de R$ 31.995 (cobrado pela versão mais básica) a R$ 47.995 (pelo 1.6 Premium Automático), o principal alvo da montadora é o VW Gol, carro mais vendido no país há quase três décadas. Mas o compacto da Hyundai surge, também, como rival de Palio, Fox e New Fiesta, entre outros.

A fábrica inicia a produção em massa no dia 20 de setembro e o hatch deve chegar às lojas em 10 de outubro. Rodrigo Stopa, diretor executivo da marca, valorizou o produto, dizendo que “carro pelado não combina com a Hyundai”. “A quantidade de equipamentos de série do HB20 o colocam na frente dos concorrentes”, afirmou, ao mencionar a lista que abrange ar-condicionado com filtro, direção hidráulica, airbag duplo frontal, computador de bordo, ajuste de altura para o banco do motorista, faróis com máscara negra e spoiler.

“A maioria conhece a Hyundai por seus carros de luxo e SUVs. Com o HB20 vamos quebrar paradigmas no mercado de compactos”, apontou o diretor executivo Airton Cousseau, durante a apresentação do veículo, na noite de quarta-feira. “Nós não fazemos carros baratos. Fazemos, sim, carros competitivos em qualidade e preço”, confirmou Rodrigo Stopa. “Não vai demorar para o HB20 virar referência.”

Apesar de ter sido projetado na Coreia do Sul, o presidente da Hyundai Motor Brasil, Chang Kyun Ham, apresentou o novo modelo como sendo desenvolvido especialmente para os motoristas brasileiros. “O HB20 foi otimizado para rodar nas estradas brasileiras”, disse. Ham informou, ainda, que o novo compacto nasceu a partir do ‘futuro i20’, que deve ser voltado ao mercado europeu.


Tabela de preços das versões
HB20 1.0 Comfort: R$ 31.995
HB20 1.0 Comfort Plus: R$ 33.995
HB20 1.0 Comfort Style: R$ 37.995
HB20 1.6 Comfort: R$ 36.995
HB20 1.6 Comfort Plus: R$ 38.995 
HB20 1.6 Comfort Style: R$ 42.995
HB20 1.6 Comfort Style Automático: R$ 45.995
HB20 1.6 Premium Manual: R$ 44.995
HB20 1.6 Premium Automática: R$ 47.995





Folha Metropolitana/Metrô News testou o novo hatch
A convite da montadora, jornalista da Folha Metropolitana/Metrô News participou de um test drive. (foto: Paulo Manso)

A convite da montadora, o jornalista Paulo Manso da Folha Metropolitana/Metrô News participou de um test drive de 120 quilômetros pela rodovia BA-001, que corta os municípios de Una e Olivença, passando pelas paradisíacas praias de Lençois e Batuba.


Test Drive foi realizado em trecho de 120 quilômetros
com modelos 1.0 e 1.6. 
(foto: Paulo Manso)
Foram utilizados carros com motores 1.0 e 1.6, ambos flex. O primeiro com 12 válvulas, três cilindros, 80 cv e 10,2 kgfm de torque. O mais potente com 16 válvulas, 128 cv e 16,5 kgfm de torque. As duas versões trazem veículos muito estáveis, principalmente nas curvas. O HB20 1.6 tem ótima resposta à aceleração e os freios ABS garantem muita segurança.

São oito as opções de cores do novo compacto: as perolizadas preto, azul e marrom; as metálicas prata e cinza; e as sólidas preto, vermelho e branco. A família HB será aumentada em março de 2013, com as versões crossover e sedã, e a rede de concessionárias terá 150 unidades exclusivas para a venda do HB20.

*Paulo Manso, jornalista da Folha Metropolitana/Metrô News, viajou a convite da Hyundai Motor Brasil.






 




domingo, 16 de setembro de 2012

Honda chega a 2 milhões de motos flexfuel

Trabalhadores da montadora posam para foto com a moto de número dois milhões

Helder Lima

A Moto Honda da Amazônia atingiu um marco histórico em sua fábrica, em Manaus, com a produção da moto flexfuel de número dois milhões. O volume de produção foi alcançado três anos após o início da comercialização dos modelos flex pela Honda. Em 2009, a empresa foi pioneira ao lançar a CG 150 Titan Mix, primeira moto flex do mundo.

Marca de produção em Manaus é alcançada em três anos
Desde então a Honda vem ampliando sua linha de motos bicombustíveis. Hoje são quatro modelos flex, a NXR 150 Bros, a CG 150 Fan e a Biz 125, além da CG 150 Titan, que juntos representam 60% das vendas da empresa. Em 2012, mais de 470 mil motocicletas flex foram comercializadas.

Segundo Issao Mizoguchi, presidente da Moto Honda da Amazônia, “atingir a marca de dois milhões de motos flex é o sucesso de um projeto que iniciamos há mais de seis anos, com o desenvolvimento da CG 150 Titan Mix. O lançamento foi uma importante inovação tecnológica no segmento, que contribui para a redução de emissões, compromisso global da marca”. 

O motor flex para motos foi desenvolvido especialmente para atender a demanda do mercado brasileiro, atualmente o quarto maior em vendas para a Honda. O projeto, desenvolvido no Japão com participação de engenheiros brasileiros, também teve como objetivo o desenvolvimento de um motor com o menor impacto possível ao meio ambiente, dada a natureza renovável do etanol e sua disponibilidade no País. O motor flex desenvolvido pela Honda libera 10% menos monóxido de carbono que o motor movido a gasolina.

Com o sucesso da tecnologia e aceitação dos consumidores brasileiros, a expectativa da empresa é ampliar a linha de modelos nacionais bicombustíveis nos próximos anos.